FTT - Futebol de Todos os Tempos

ENTREVISTAS COM EX JOGADORES, TECNICOS, DIRETORES E PESSOAS LIGADAS AO FUTEBOL QUE CONTRIBUIRAM DE ALGUMA FORMA PARA QUE PUDESSEMOS CONHECERMOS UM POUCO MAIS DA HISTORIA DO FUTEBOL BRASILEIRO E MUNDIAL.

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Esquadrão Inesquecivel - SANTOS 1978

Em 28 de junho de 1979, a mescla de garotos da base do Santos Futebol Clube, chamados de Meninos da Vila, e jogadores experientes formou um time que conquistou o Paulista de 1978 (a final do campeonato aconteceu no ano seguinte) e entrou para a história do Peixe. Após uma decisão acirrada de três jogos contra o São Paulo, a equipe levantou o 14º troféu estadual do Alvinegro Praiano, em 28 de junho de 1979. O título foi o primeiro do clube após a Era Pelé.
O time revelou nomes como João Paulo, Juary, Nilton Batata, Pita e Toninho Vieira, jovens que se juntaram a nomes como Clodoaldo, Gilberto Sorriso e Nelsinho Batista. O técnico da equipe era Chico Formiga, ex-atleta consagrado na década de 50. "O nome Meninos da Vila acabou pegando porque sou mineiro e, lá, temos o costume de chamar os garotos de meninos. Assim, quando me peguntavam do time, eu respondia que os meninos estavam bem", explica Formiga.
Da campanha, o ex-treinador só guarda boas recordações. "O duro não é comandar, mas, sim, formar o time. Depois de formado, tudo é mais fácil. Aquela era uma garotada muito boa, que fazia o que eu pedia e era muito interessada. Tenho ótimas lembranças daquele time", comenta.
Esta foi uma das formações deste time que encantou a
todos os amantes do futebol pela maneira alegre e
envolvente de jogar.

Esse título, o 14° estadual da história do Santos FC, foi marcado pela revelação da geração de garotos formados na base do clube conhecida como Meninos da Vila, comandada pelo técnico Chico Formiga, ex-atleta consagrado na década de 50. O Santos FC voltava à artilharia da competição com o jovem Juary, que balançou as redes adversárias 30 vezes.
A disputa pelo título, contra o São Paulo, foi difícil. Depois de uma vitória no primeiro jogo por 2 a 1, com gols de Pita e Juary, o Peixe não conseguiu confirmar o título no segundo jogo, empatando por 1 a 1. Na terceira partida, o time não contou com Ailton Lira e Clodoaldo. No tempo normal, a equipe santista acabou derrotada por 2 a 0, mas segurou o empate sem gols na prorrogação e levantou a taça. Na competição, o Santos FC também voltou à artilharia da competição com o jovem Juary, que balançou as redes adversárias 30 vezes.
Um dos Meninos da Vila, o ex-meio-campista Toninho Vieira, guarda grande recordações do título. "Saímos do juvenil praticamente direto para o profissional. Então, conquistar aquele título foi uma consagração. O convívio entre nós e os jogadores mais experientes foi o melhor possível. Substitui o Clodoaldo quando ele estava com problema no joelho e não estava mais 100%. Ele me dava instruções dentro do ônibus, durante as viagens, e me ajudou muito".Também vindo da base santista, o volante Gilberto Costa fez parte do elenco campeão. "O convívio com os jogadores mais velhos foi muito importante. Fazer parte daquele grupo e estar entre os atletas que subiram da base foi muito importante. Aquelas lembranças continuam vivas na minha memória".

Confira a campanha santista:
56 jogos - 26 vitórias - 16 empates - 14 derrotas
80 gols pró - 47 gols contra


Juary faz mais um gol, desta vez na primeira partida
das semifinais contra o São Paulo. Ele foi o grande
artilheiro do campeonato paulista com 30 gols.

Principais artilheiros:
Juary – 30
João Paulo – 15
Aílton Lira – 7
Pita – 5
Nilton Batata – 4
Claudinho – 3
Célio – 3
Zé Roberto – 2
Nelsinho Baptista – 2
Antônio Carlos – 1
Joãozinho – 1
Toninho Vieira – 1
Dê – 1


Os Meninos da Vila -Toninho Vieira, Zé Carlos, Claudinho,
Rubens Fejão, Pita, Paulinho

Time base : Flávio (Vitor); Nelsinho Baptista, Antonio Carlos (Joãozinho), Neto (Fernando) e Gilberto Sorriso; Zé Carlos (Clodoaldo) e Toninho Vieira (Ailton Lira); Nilton Batata, Juary, Pita (Rubens Feijão) e Claudinho. Técnico: Chico Formiga
Plantel completo do campeão: Goleiros: Vitor e Flávio; zagueiros: Antônio Carlos, Joãozinho, Neto; laterais: Dê, Fausto, Fernando, Gilberto Sorriso, Nelsinho Baptista, Valdemir; meio-campistas: Aílton Lira, Cardim, Clodoaldo, Gilberto Costa, Nélson Borges, Pita, Rubens Feijão, Toninho Vieira, Zé Carlos, Zé Roberto; atacantes: Célio, Claudinho, João Paulo, Juary, Lino, Márcio Fernandes e Nilton Batata.

A mesclagem de jovens jogadores com a experiencia que deu certo.


O TIME CAMPEÃO

As semi-finais entre as quatro equipes melhores classificadas foram jogadas em 16 e 17 de junho de 1979, com os seguintes resultados:
16 de junho de 1979 - Santos 3X1 Guarani
17 de junho de 1979 - Palmeiras 0x0 São Paulo [prorrogação: 0x1 São Paulo]

As finais foram entre Santos e São Paulo, como segue:
20 de junho de 1979 - São Paulo 1x2 Santos
24 de junho de 1979 - Santos 1x1 São Paulo
28 de junho de 1979 - Santos 0x2 São Paulo [prorrogação: 0x0]
O Santos se sagrou campeão pela melhor campanha.

3 comentários:

  1. O Santos formou uma bela equipe em 1978. Talentos como Pita, Aírton Lira, João Paulo e o artilheiro Juary embalaram os amantes do bom futebol. Foi o primeiro título de expressão conquistado pelo time da Vila Belmiro após a saída de Pelé. O sugestivo apelido de Meninos da Vila foi bem original, originando, anos depois, a nova geração de garotos, como em 2002, com Robinho e Diego e agora em 2010, com Ganso e Neymar.

    ResponderExcluir
  2. Lindo resumo , nasci em 1990 , sou santista desde que nasci , sou da época ``dificil´´ do Santos , apesar de que torcer pro Santos NUNCA é dificil , Jamelli , Marcelo Passos , Alessandro Cambalhota , Narciso , etc e tal
    Mas as histórias , o Passado que o SANTOS tem , NENHUM OUTRO CLUBE MUNDIALMENTE VAI TER NOS INCONTAVEIS FINS DOS ANOS QUE AINDA POSSA EXISTIR O FUTEBOL
    SANTOS SEMPRE SANTOS , sem mais

    ResponderExcluir
  3. ai o celio é meu treinador seu troxasss

    ResponderExcluir