FTT - Futebol de Todos os Tempos

ENTREVISTAS COM EX JOGADORES, TECNICOS, DIRETORES E PESSOAS LIGADAS AO FUTEBOL QUE CONTRIBUIRAM DE ALGUMA FORMA PARA QUE PUDESSEMOS CONHECERMOS UM POUCO MAIS DA HISTORIA DO FUTEBOL BRASILEIRO E MUNDIAL.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Esquadrão Inesquecievl - BOTAFOGO 1968

BICAMPEÃO CARIOCA 1967 / 68

Um dos melhores times que o Botafogo de Futebol e Regatas já teve, nos últimos 60 anos, foi sem dúvida o que conquistou o Campeonato Carioca de 1968.
Embora fossem anos de chumbo, em razão do golpe militar que implantou uma ditadura sanguinária no país, os anos 60 foram talvez os mais gloriosos do Botafogo.
O Glorioso da estrela solitária que rivalizava com o Santos de Pelé, em ceder mais jogadores para a seleção brasileira – campeã em 1958, na Suécia e bi, no Chile, tinha – entre outros – craques (na acepção do termo) como Newton Santos (naquela época era assim escrito!), Garrincha, Didi, Amarildo, Zagalo, Quarentinha, Jairzinho, Carlos Roberto, Manga, Paulo César e tantos outros que fica até difícil enumerá-los.



Na decisão do certame carioca de 1968 num inesquecível jogo, realizado em 9 de junho num Maracanã lotado, com quase 160 mil espectadores, o Botafogo enfiou uma goleada histórica no vasco da gama. O placar foi de 4×0, com direito a show de bola e olé no final.
Os gols foram marcados por Roberto, Jairzinho, Rogério e Gerson e aquele time vencedor jogou com Cão, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Valtencir; Carlos Roberto e Gerson; Rogério, Jairzinho, Roberto e Paulo César.
Data: 09/06/1968
Público: 141.689Árbitro: Armando MarquesGols: 1° tempo: Botafogo 2 a 0, Roberto e Rogério; Final: Botafogo 4 a 0, Jairzinho e Gérson

Botafogo: Cao, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Rogério, Roberto, Jairzinho e Paulo Cézar. Técnico: Zagallo.
Vasco: Pedro Paulo, Jorge Luiz, Brito, Ananias (Sérgio) e Ferreira; Bougleux e Danilo Menezes; Nado (Alcir), Ney, Walfrido e Silvinho. Técnico: Paulinho de Almeida.




CAMPEÃO DA TAÇA BRASIL 1968




Como os campeonatos estaduais ocupavam o calendário no primeiro semestre, a Taça Brasil era jogada no segundo semestre – isso tudo antes de ser criado o Campeonato Brasileiro que, como se sabe, começou em 1971.
O Botafogo de Futebol e Regatas como campeão carioca já entrou nas quartas de final e teve de enfrentar o perigoso Metropol, da cidade de Criciúma, Santa Catarina que saíra campeão da chave do sul, desbancando inclusive o Grêmio.
A disputa em dois jogos, mata-mata, era, porém, de forma diferente de como ocorre nos dias de hoje. Havia dois jogos, estilo de melhor de quatro pontos (à época, a vitória dava ao vencedor dois pontos), com a necessidade de um terceiro, caso houvesse uma vitória de cada lado. Assim aconteceu no confronto Botafogo x Metropol.
O Botafogo eliminou o Metropol e foi então para as semifinais.

UM ATAQUE ARRASADOR COM ROGERIO, GERSON, ROBERTO, JAIRZINHO E PAULO CESAR


SEMIFINAIS 23 E 27 de Agosto de 1969:
Cruzeiro 0-1 Botafogo em BH e Botafogo 1 - 1 Cruzeiro no RJ - Fortaleza 2-1 Nautico em Fortaleza e 1-2 Náutico no recife - playoff Náutico 0-1 Fortaleza no Recife


FINAIS
Fortaleza 2-2 em Fortaleza e Fortaleza 0-4 Botafogo no RJ
Botafogo de Futebol e Regatas
FINAL NO RIO DE JANEIRO - 04/10/1969 Botafogo 4-0 Fortaleza
Gols: Roberto 7' (1-0) Ferretti 53' (2-0) Afonsinho 65' (3-0) Ferretti 83' (4-0) Arbitro: Guálter Portela Filho
Publico: 34 588 (NCr$ 84.575,00)
Botafogo: Cao, Moreira, Chiquinho Pastor (Leônidas), Moisés, Waltencir - Carlos Roberto (Nei Conceição), Afonsinho - Rogério, Roberto, Ferretti, Paulo Cézar. (Tec: Zagallo)
Fortaleza: Mundinho, William, Zé Paulo, Renato, Luciano Abreu - Joãozinho, Luciano Frota - Garrinchinha, Lucinho, Erandir (Amorim), Mimi. (Tec: Gilvan Dias)

Nenhum comentário:

Postar um comentário